HQ’s Entrevista | Thina Curtis

0 Flares 0 Flares ×

A entrevistada de hoje atende por Thina Curtis, com diversos trabalhos na carreira, ela vem se destacando no cenário nacional. Ela faz resenhas de zines, já publicou sua revista independente, organiza um evento que leva o nome de Fanzinada, junto com a Fabi Menassi ela escreveu o zine “Café Ilustrado“, zine esse que ganhou o troféu Angelo Agostini, em 2016… poderia ficar aqui citando todos seus trabalhos, mas é melhor você mesmo conferir.

Então, sem delongas.

1 – Primeiro nós queremos saber o que a Thina Curtis faz quando não está envolvida no mundo dos fanzines e quadrinhos…

Eu participo de vários projetos culturais e sociais, ministro oficinas, cuido da casa, da família, das plantas, do cachorro . Gosto muito de ler e escrever, ver filmes é o que faço na maioria do tempo.

2 – Agora vamos para as perguntinhas clássicas. Como você ingressou nesse mundo dos quadrinhos?

Meu pai tinha uma banca de jornal, eu cresci ali naquele universo mágico, logo peguei gosto pelos quadrinhos, pela leitura.

3 – Usou alguma artista como referência?

Muitas, sempre, das mais diversas vertentes artísticas, principalmente da literatura, música, ilustração e dadaísta. Gosto muito da Trina Robbins, Aline Crumb, Maitena, Melinda Gebbie, etc.

4 – Você é bem engajada nesse meio, até um evento (Fanzinada) você organiza. Fale pra gente um pouco sobre como funciona esse evento.

A Fanzinada é um encontro para troca de ideias, informações, lançamentos, mas creio que nossa maior proposta e missão é o resgaste da memória dos fanzines e de seus autores. Aquela coisa de não deixar essa história morrer.

A Fanzinada foi indicada duas vezes na categoria melhor evento ao Prêmio HQ MIX em 2013 e recentemente em 2017.

5 – Não podemos deixar de falar do zine que você fez em conjunto com a Fabi Menassi. Como surgiu a ideia para criação do Café Ilustrado? (Ps: O nome lembra muito o HQ’s com Café, vocês realmente tem bom gosto)

Adorei o nome também , HQ’s com Café Ilustrado, hein?

Eu e a Fabi gostamos muito de café, e temos nele uma grande companhia no dia-dia. Pensamos na poesia cotidiana associada ao café. E tudo que ele nos remete.

Trabalhamos juntas num projeto de arte educação na escola que Fabi lecionava e sempre íamos tomar um café para prosear, fazer o balanço da atividade, falar da vida e foi surgindo a ideia de fazer o Café Ilustrado.

A experiência foi gratificante, e o universo conspirou, acabei lançando o zine numa Pousada Colonial (com um café de fazer inveja aos dos deuses!) situada numa cidade chamada Picada Café, no Rio Grande do Sul, o evento fazia parte da rota romântica literária da cidade.

6 – E você imaginou ganhar o troféu Angelo Agostini? Qual foi a reação?

Nunca pensei que um dia fosse ser premiada em algo relacionado a quadrinhos. Creio que eu e a Fabi fomos as pessoas mais surpresas com a notícia.

Soube pela manhã por um amigo e levei um susto quando ele me felicitou . Mas é prazeroso ser reconhecida por algo que você se dedica.

7 – Quais são seus projetos para esse ano?

Fazer alguns eventos, oficinas, participo de alguns projetos também, um deles é o Projeto Chroma (HQ), estou roteirizando uma HQ com uma amiga, fazendo outros projetos, eu e a Fabi também estamos fazendo alguns trabalhos.

Estou fazendo resenhas de zines e quadrinhos para o QG Underground, acabei de lançar uma revista independente também chamada Spell Work.

Quero começar a me programar para escrever um livro também.

33º Troféu Angelo Agostini — Thina Curtis e Fabi Menassi

8 – Qual a maior dificuldade que você encontra no meio artístico?

A falta de apoio, os egos inflados e certamente o financeiro.

9 – Duas perguntas em uma. Qual seu maior sonho dentro da profissão? E se você pudesse mudar algo nesse meio, o que seria?

Meu maior sonho é que a arte toquem as pessoas, as tornem melhores, as faça refletirem.

Que as pessoas valorizassem e respeitassem mais a arte e os profissionais.

Deixe todos os seus contatos e locais onde os leitores poderão comprar seus trabalhos.

Tem muita coisa espalhada pela internet, também no Facebook: Fanzinada | Instagram | Email: oficinadefanzine@gmail.com

Thina, o HQ’s com Café agradece o tempo concedido. Desejamos sucesso nessa sua caminhada, e se você quiser falar alguma coisa, essa é sua hora.

Eu que agradeço pelo espaço e gentileza.

Adorei o nome também!

Espaço assim é vital para a arte continuar, é assim que descobrimos projetos como o seu, é assim que a molecada se inspira em criar, é assim que os mais veteranos, vamos dizer assim, criam forças para continuar.

É assim que descobrimos trabalhos incríveis de pessoas que as vezes passam despercebidas.

Parabéns pela iniciativa!

Livro “Arte na Medida”

Todas as imagens foram cedidas pela Thina Curtis.

Não deixe de conferir. 

HQ’s Entrevista | Jimmy Darwin (Os Darwins)

HQ’s Entrevista, Demetrio Alexandre (Professor e Escritor)

HQ’s Entrevista | Leonardo Gondim

HQ’s Entrevista | Lorde Lobo

HQ’s Entrevista | Gabriel Rocha (Lagarto Negro)

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

Henry Braga

Assisto preferencialmente o que não está na moda, gosto de livros, quadrinhos, séries e filmes. Também sei admirar DC e Marvel (sim, é possível), ainda tenho meu Super Nintendo. Seinfeld, Anos Incríveis e Watchmen são algumas de minhas preferências.