Opinião com Café | Entre Nós (Sem Spoilers)

0 Flares 0 Flares ×

Filme de 2014 com 1 hora e 40 minutos de duração.

Sinopse: Sete jovens amigos escritores viajam para uma casa de campo para celebrar a publicação do primeiro livro do grupo. Lá, eles escrevem cartas para serem abertas dez anos depois. A viagem acaba em uma tragédia após a morte de um dos amigos. Mesmo assim, eles se reúnem dez anos depois para lerem as cartas.

Opinião com Café.

Esse texto não contém spoilers, mas se você quiser ver a crítica com spoilers é só acessar: Entre Nós, com spoilers.

Quando falamos em cinema nacional logo pensamos em produções baratas e ruins, das quais muitas delas são aquelas comédias tipo besteirol, porém nosso cenário não é dos piores e, vez ou outra, vem algum filme para provar isso.

Entre Nós tem a direção de Paulo Morelli e seu filho Pedro Morelli. No longa temos a história de sete jovens cheios de sonhos que estão iniciando na arte de escrever livros, eles se reúnem em uma casa de campo, lá eles namoram, fumam, bebem, contam histórias e se divertem muito. Alguns dias passam e eles tem a ideia de escreverem cartas para si mesmos, com o intuito de abrirem dez anos depois para verem se seus sonhos se realizariam. Mas a vida não é tão fácil como parece… um trágico acidente acontece.

O tempo passa e mesmo com a tragédia ocorrida eles resolvem se reunir para lerem suas cartas. Devido as circunstâncias da vida cada um tomou seu rumo, cada um com sua família e emprego. Todo aquele “amor” que nos é apresentado no início do longa acaba num piscar de olhos, ou melhor, em dez anos.

Podemos dizer que o filme é surpreendente, esqueça finais felizes da ficção e concentre-se na vida real, nos desastres, na ambição do sucesso que faz melhores amigos virarem inimigos, nas traições, decepções e fracassos.

A trama foi filmada na Serra da Mantiqueira, um lugar maravilhoso por sinal, a paisagem dá um ar leve para o filme, contrastando com a paisagem noturna que deixa aquele ar mais sombrio na trama, pegue uma trilha sonora que casa com o longa, as atuações que vão de medianas a excelentes, junte tudo e teoricamente estaríamos caminhando para um primor de filme nacional.

Mas como o filme bem retrata, tudo vida tem imperfeições e fracassos. A narrativa foi uma delas, em alguns momentos ela é pesada demais e se arrasta muito, deixando o telespectador cansado e torcendo para que a leitura das cartas chegue logo, existem cenas no filme que são totalmente descartáveis.

Algumas cenas de sexo sem um momento plausível (não que tenhamos que ter um momento para isso), mas no filme isso foi posto de forma meio incoerente e, acrescente o excesso de palavrões, no começo até dá para entender, pois eles são jovens, mas dez anos depois, com todo mundo formado e com um “rumo” tomado na vida, fica fora de contexto a quantidade de palavrões que foram expostos na trama.

Una todos esses detalhes, some com um final surpreendente que mostra a “vida como ela é”, e um filme nacional que tinha tudo para ser espetacular se transforma em “apenas” bom, graças ao excesso de erros.

Nota 8.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×