Fear The Walking Dead está sendo melhor que The Walking Dead

0 Flares 0 Flares ×

Antes que você me xingue, estou comparando a oitava temporada de The Walking Dead com a terceira de Fear The Walking Dead.

Se você assistiu as duas, não tem como não concordar, agora, se você só assistiu uma… sinto muito se ela foi The Walking Dead.

Quando anunciaram Fear The Walking Dead eu logo pensei que fosse apenas mais uma série caça-níquel. Sabe aquele negócio, The Walking Dead nos rende alguns milhões, vamos fazer um spin-off, temos mais alguns milhões e zumbis o ano todo.

Pois bem, a primeira temporada apenas confirmou minha teoria, Fear seria uma sombra da série mãe.

Na metade da segunda temporada eu estava pronto para desistir, já bastava meu sofrimento com o baixo nível de The Walking Dead, pra que sofrer com duas coisas iguais?

Mas sabe aquela coisa do brasileiro que não desiste nunca? Então, resolvi assistir a segunda temporada toda, mas com uma promessa, vou ver a season finale e abandonar isso aqui.

Só que me surge uma matança desenfreada junto com um Travis psicopata bem no final, resultado? Lá vamos nós para terceira temporada. Só que dessa vez com uma certeza: ao sinal do primeiro episódio ruim, desligo tudo e vou embora.

Mas esse episódio ruim não veio, a única coisa que veio foi a surpresa. O que mais me impressionou foi ter assistido uma temporada tão fraca de The Walking Dead e uma tão boa de Fear.

Fear, hoje é, sem sombra de dúvidas, melhor que sua “mãe”, ela saiu das sombras, assumiu seu lugar ao sol e nos entregou uma coisa linda.

Lembra quando o Negan chegou e nos encheu de esperança? Bem, aqui não teve uma chegada, mas sim várias chegadas e saídas, zumbis sendo mortos brutalmente, protagonistas morrendo, medo instaurado, mentiras, psicoses e tudo que um apocalipse tem que ocasionar.

A série não se intimidou, colocou Madison Clark como protagonista e fez dela uma assassina maravilhosa. Seus filhos estão tão destruídos quanto ela, os “vilões” nós nem sabemos quem são, pois ali é cada um por si.

Tanto é que o próprio Nick chegou afirmar que sua mãe o mataria se fosse necessário.

Sim, tivemos alguns salvamentos nos últimos instantes e algumas cenas improváveis, mas a sensação de finalmente presenciar um apocalipse zumbi é indescritível, eu entendo se você abandonou a série e não chegou onde estou, eu entendo mesmo.

Também torço para que você volte para ela, e que ela não me decepcione nesse retorno. Afinal, de decepção já basta The Walking Dead.

Não deixe de conferir. 

4 coisas irritantes em The Walking Dead

Negan não é um vilão…

5 Ensinamentos do Negan

HQ’s Entrevista | Cassius Romero, o dublador do Negan

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

Henry Braga

Assisto preferencialmente o que não está na moda, gosto de livros, quadrinhos, séries e filmes. Também sei admirar DC e Marvel (sim, é possível), ainda tenho meu Super Nintendo. Seinfeld, Anos Incríveis e Watchmen são algumas de minhas preferências.