Deveria ser obrigatório assistir Anos Incríveis

0 Flares 0 Flares ×

Deveria existir uma lei para que algumas obras fossem obrigatórias no ensino de um homo sapiens. Anos Incríveis é uma delas.

Se você ainda não sabe, eu sou completamente apaixonado por tal série. Tanto é que coloquei o enredo de todos os episódios no site, fiz algumas listas mostrando lições, mas hoje quero discorrer sobre o quão importante ela é para a formação de um indivíduo.

Talvez Anos Incríveis não tenha a visibilidade que merece, talvez eu supervalorize essa série, talvez você já tenha assistido e não tenha gostado. Mas, em meio a vários “talvez”, surge uma única certeza, TODOS os seus episódios passam algum ensinamento para o telespectador.

Nas listas que fiz, abordei vários desses temas, mas hoje focarei no bem mais precioso…

“Um homem que não se dedica à família nunca será um homem de verdade”.Don Vito Corleone.

Uma família composta por 5 integrantes, Jack, Norma, Karen, Wayne e Kevin e que teve como uma de suas últimas frases proferidas por Kevin o seguinte: “Éramos uma família, para o melhor ou para o pior, um por todos, todos por um”.

Sim, isso resume 115 episódios, essa “simples” frase mostra o quanto de valor existe na criação de Carol Black e Neal Marlens.

Assistir Kevin Arnold crescer no subúrbio é sensacional, passar por suas “primeiras vezes” não tem explicação, parece que estamos ali quando ele dá seu primeiro beijo, estamos juntos em sua primeira cerveja ou naquele primeiro carro.

Sentir sua reação ao lidar com a morte de um amigo próximo é mágico também, aliás, tudo ali é mágico, nada é deixado ao acaso. Amor, amizade, família, fé… tudo é exposto naquelas seis temporadas.

A série lhe ensina sobre diferenças dentro do mundo escolar, mostra professores éticos e não éticos, escancara a morte de seus familiares, mostra os valores das mulheres, aborda separações, dificuldades para se abrir uma empresa, relacionamentos não duradouros, idas e vindas, encontros e desencontros. Temos um suco de vida real ali, expostos naqueles míseros vinte minutos por episódio.

Nós, que somos humanos insaciáveis, necessitamos de mais, mais e mais, mas a série não dá, são só 20 minutos, 115 episódios… ela acaba, assim como tudo acaba. Até nisso ela é incrível.

Anos Incríveis é uma série para ser assistida em quanto se é criança, depois em sua fase de adolescente, quando se é adulto e quando se é velho também.

Em todas as fases da sua vida ela se encaixa. Ali nós sentimos que quando o fim chegar, só o que vai importar não é o que você acumulou, mas quem você acumulou.

Não importa quantas vezes você brigou com seu irmão ou com sua mãe, eles sempre serão sangue do seu sangue, para o melhor e para o pior. Ter uma boa educação é tudo na vida, e tudo que possa lhe gerar mais educação é válido, a vida é uma constante aprendizagem, só o que está morto é o que não dá espaço para o novo, que não se encanta com coisas simples e, se você se mantém carrancudo, não gosta de sua família, não ajuda seu próximo, sinto em lhe dizer, você já morreu.

Não deixe de conferir. 

5 Lições Marcantes de Anos Incríveis

5 Lições Marcantes de Anos Incríveis (Parte 2)

5 Lições Marcantes de Anos Incríveis (Parte 3)

Filmes e séries que mostram a vida real

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

Henry Braga

Assisto preferencialmente o que não está na moda, gosto de livros, quadrinhos, séries e filmes. Também sei admirar DC e Marvel (sim, é possível), ainda tenho meu Super Nintendo. Seinfeld, Anos Incríveis e Watchmen são algumas de minhas preferências.