Bibo Pai e Bobi Filho

0 Flares 0 Flares ×

Augie Doggie and Doggie Daddy em seu nome original, Bibo Pai e Bobi Filho na tradução (alguns enganavam-se e chamavam o desenho de Bob Pai e Bob Filho).

O desenho foi produzido pela Hanna-Barbera, entre os anos de 1959 e 1961. Ao todo contamos com 45 episódios, que foram divididos em 3 temporadas. Cada episódio tinha em média 7 minutos.

Bibo Pai e Bobi Filho eram coadjuvantes do programa do Pepe Legal (The Quick Draw McGraw Show). Mas não demorou muito para que eles encantassem todo mundo.

A trama escrita por Michael Maltese (Coyote) mostra dois cães que se amam muito. E quando eu digo se amam muito, eu quero dizer que se amam muito mesmo.

Não, você não entendeu, eles se amam demais.

Para se ter ideia, esse eram alguns dos vários bordões proferidos por Bobi Filho: “Ó meu querido pai!”“Querido e velho pai”. “Querido papai”. “Amado, generoso e grandioso pai”...

Mesmo quando Bobi Filho se revolta, ele não é rude com seu pai. Aliás, o foco todo do desenho é nesse relacionamento amoroso entre pai e filho (a mãe não aparece em nenhum momento).

Bobi demonstra uma inteligência assombrosa, se comunica muito bem, ama estudar. Seu velho pai não tem o mesmo grau de instrução, mas sempre toma as decisões pelos dois. Isso acaba irritando um pouco o garoto. Que, de sua maneira, consegue inverter as más situações criadas pelo pai.

As vozes originais ficaram por conta de Daws Butler (Bibo Pai) e Doug Youn (Bobi Filho).

No ano de 1973 eles regressaram para “A Turma do Zé Colméia”, onde dividiam espaço com Pepe Legal, Dom Pixote, Formiga Atômica

Também participaram de Os Ho-Ho-Límpicos

A realidade é que não importava se eles eram os protagonistas ou figurantes, o que importava eram as maravilhosos lições passadas por Bibo Pai e Bobi Filho.

Gostou? Então descubra mais sobre outros desenhos, e não deixe de ver a história de alguns personagens.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×