Invasão Zumbi não é sobre zumbis

0 Flares 0 Flares ×

“Devia ter amado mais, ter chorado mais, ter visto o sol nascer…”

Sim, o filme é de zumbis, mas não é sobre zumbis.

Seok Woo (Gong Yoo) é um típico pai “bem-sucedido”, já se separou da esposa por não “ter tempo”, então lhe restou fazer de tudo para dar do bom e do melhor para sua filha, Soo-an (Kim Soo-Ahn). Mas as coisas essenciais (carinho, amor, companheirismo…) ele deixa faltar.

Sua filha, cansada de ser deixada de lado, pede para ir para Busan. Local onde sua mãe mora. Seok reluta no início, mas acaba cedendo e tomando um trem junto com Soo-an.

“Devia ter arriscado mais e até errado mais, ter feito o que eu queria fazer. Queria ter aceitado as pessoas como elas são. Cada um sabe a alegria e a dor que traz no coração…”

No meio da viagem um vírus transforma pessoas em zumbis, rapidamente o caos se propaga. Zumbis atacam os passageiros, e nenhum local é seguro. Nem todo dinheiro que ele possui é capaz de gerar algum tipo de proteção.

Mas, novamente, não é sobre zumbis o filme. O roteiro de Park Joo-suk é simplesmente apaixonante. Sim, existem clichês. Aquele negócio de alguém quase ser mordido, e ser salvo no último instante, existe aqui. Mas é usado em pequenas dosagens.

Também temos um certo exagero em uma cena de ação. Aquele negócio do drama ser jogado em cima de outro drama. E, para finalizar os “deslizes do longa”. Temos alguns trechos de CGI que não são dos melhores. Apesar de não comprometer.

Novamente. Não se trata “apenas” de sobrevivência, mas sim de algo maior.

“Devia ter complicado menos, trabalhado menos, ter visto o sol se pôr…”

Temos um homem “sem emoção”. Ele não liga para os sentimentos alheio, só o que importa é sua vida e, aparentemente, a da sua filha. Tudo muda quando em um evento ele acaba se perdendo dela. Nesse ponto temos a incansável busca pelo reencontro.

Seok finalmente começa perceber que o dinheiro é bom, mas não é tudo. Que amizade, companheirismo, amor… são coisas clichês, mas são as únicas coisas da vida que realmente importam.

No longa dirigido por Sang-Ho Yeon, a sobrevivência fica em segundo plano. Ao menos para os principais protagonistas, porque para o antagonista da trama, Young-suk (Eui-Sung Kim), a sobrevivência é tudo.

A repulsa que criamos pelo personagem é simplesmente gigantesca. Você começa desejar uma morte lenta e dolorosa para o vilão.

Em contrapartida, temos a linda Soo-an, a garotinha exala uma inocência maravilhosa. Suas expressões se encaixam com cada cena, ela conquista o telespectador. Seu pai nutre sentimentos diferente do dela pela humanidade. Pelo menos no começo, sua arrogância e prepotência escorrem pelos poros do personagem.

Existem alguns personagens que se juntam ao pai e a filha durante a viagem: Dong-seok Ma (Sang-hwa) é quem mais interage com a dupla. Ele é um forte trabalhador. Sua rixa com Seok é muito grande no início. Ele é casado com Sung-Gyeong (Jung Yu-Mi), sua esposa está grávida e depende do seu marido para tudo. A interação do casal é muito bonita, aquele negócio da mulher ser dependente, mas ao mesmo tempo liderar a relação.

Também temos um passageiro clandestino (Shim Eun-Kyung). Ele é muito inteligente, entende como funciona a invasão zumbi antes de todo mundo.

Tudo caminha muito bem. E, não cansarei de repetir. O foco do longa está nas relações pessoais. Na busca por ser uma pessoa melhor.

“Devia ter me importado menos com problemas pequenos, ter morrido de amor. Queria ter aceitado a vida como ela é. A cada um cabe alegrias e a tristeza que vier”. 

Para finalizar. Outro ponto de extrema importância é o final do filme. Tem um pequenino clichê, mas é bem pequenino. Os eventos acontecidos fogem muito dos filmes de Hollywood. Aliás, é por isso que o final foi diferente, a trama vem lá da Coréia do Sul.

Nota 9

Trechos entre os parágrafos: Epitáfio | Titãs.

Dados Técnicos.

Invasão Zumbi (Busanhaeng)

Filme com 1 hora e 58 minutos de duração – 2016.
Direção: Sang-Ho Yeon
Elenco: Gong Yoo, Yumi Jung, Dong-seok…
Nacionalidade: Coréia Do Sul

Sinopse: Em um trem de alta velocidade com destino à cidade de Busan, na Coréia do Sul, um vírus misterioso que transforma as pessoas em zumbis acaba se espalhando de maneira devastadora. A cidade de destino da locomotiva conseguiu com sucesso se defender da epidemia, mas até chegar lá eles deverão lutar pelas suas sobrevivências.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

Henry Braga

Assisto preferencialmente o que não está na moda, gosto de livros, quadrinhos, séries e filmes. Também sei admirar DC e Marvel (sim, é possível), ainda tenho meu Super Nintendo. Seinfeld, Anos Incríveis e Watchmen são algumas de minhas preferências.