Personagens Brasileiros | Xamã

0 Flares 0 Flares ×

A nossa diversidade cultura é muito grande. Lógico que isso pode ser usado em muitas coisas, no gênero de super-heróis não é diferente. Eberton Ferreira criou o Xamã, o autor nos contou que:

O super herói Xamã nasceu fruto de uma intensa pesquisa sobre os personagens brasileiros. Verifiquei a falta de nacionalidade e apliquei isso no Xamã introduzindo um poder único e brasileiro que é o de se transformar em criaturas do folclore.

Deu para perceber que ele é um legítimo brasileiro. Mas vamos ver sua história de forma detalhada.

Xamã é um índio meio anti-herói, ele tem algumas marcas de queimaduras nos ombros e no peito. As queimaduras dos ombros são em formas de estrelas, uma está virada para cima e outra para baixo.

As estrelas representam – luz e harmonia (ponta para cima) | trevas e perdição (ponta para baixo) – as representações das estrelas mostram que Xamã é um pouco desequilibrado, usando em várias ocasiões um grau de violência muito grande, que por diversas vezes levou seus adversários a óbito. Por fim, essas estrelas ainda significam sua busca por crescimento interior.

No peito do nosso índio existe um símbolo que leva o nome de “apanhador de sonhos“. É um símbolo nativo das culturas indígenas. Ele representa um portal para comunicação com o mundo espiritual/sobrenatural e com elementos da natureza.

O anti-herói tem os significados de suas marcas bem explicadas, mas o mesmo não acontece com seu verdadeiro nome e origem. Todos ainda misteriosos para o público.

O que não é mistério nenhum são suas habilidades. Exemplo: quando a natureza tem algum problema, a ira de Gaya (mãe Terra) é liberada por meio do “apanhador de sonhos“. Isso faz com que uma energia sobre-humana flua de seu chácara, assim permitindo que um portal seja aberto para outro mundo. Com esse portal aberto os espíritos da Terra atravessam as dimensões e possuem o seu corpo. Cada vez que isso ocorre ele sofre uma mutação diferente, todas elas são adaptadas de acordo com a necessidade do momento.

Em sua página do Facebook Eberton explica:

Pode-se dizer que os personagens folclóricos são na verdade, relatos deturpados dos humanos que presenciaram as muitas de suas aparições ao longo dos séculos, sempre se transmutando para lutar contra a ganância do homem e suas ações desenfreadas contra o planeta. Por tanto o Curupira, o Boi tá tá, o Saci Pererê, a Cuca, a Mula sem cabeça, o Lobisomem e muitos outros seres sobrenaturais incorporados no folclore brasileiro são, na verdade, uma só pessoa, possuída por várias entidades espirituais e elementais, com um só propósito: o de impedir a completa aniquilação do planeta Terra;

Xamã ainda tem poder de cura, consegue se comunicar com plantas, animais e espíritos ancestrais.

Nosso adorado índio adora afogar suas angústias em água ardente. Com isso ele busca saber o que lhe aconteceu no passado. Xamã nunca fica parado, ele sempre passa de vilarejo em vilarejo para ver ser a natureza necessita de ajuda. O único grande problema é que quando seus poderes tomam conta de seu corpo, Xamã perde totalmente o controle de suas ações, por isso muitas vezes algumas mortes ocorrem.

Leia nossa entrevista com o Eberton Ferreira.

Leia mais sobre outros personagens brasileiros.

Se você quiser saber mais curiosidades sobre esse personagem acesse: Fanzineston.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×