Zoo comprova, histórias em quadrinhos é coisa para gente grande!

0 Flares 0 Flares ×

O ser humano é consumista, queira você ou não. Esse consumismo é tão desenfreado que sentimos na pele o aquecimento global, a extinção de várias espécies de animais, o desmatamento, e várias outras coisas, mas sem dúvida alguma quem mais sofre com isso são os animais. Sua carne serve para nos alimentar, sua pele para nos dar roupas e sapatos, e muitos deles viram enfeites depois de sua morte.

Nós não chegamos ao topo da cadeia alimentar para comer mato!” – É o que muitos dizem.

Então, Nestablo Ramos resolveu inverter o jogo, através de uma capa chamativa adentramos ao enredo…

… nele nós somos os escravos!

Segundo o autor, essa ideia surgiu na década de 90. “No final da década de 90 assisti a uma matéria sobre uma famosa modelo brasileira flagrada usando peles de animais depois de se declarar contra. Aquilo me fez pensar bastante sobre como seria os animais usando peles humanas. O resto veio naturalmente, a princípio como uma história curta de 15 páginas, depois se tornou uma trilogia. Pesquisando descobri muitas possibilidades para explorar. Um desfile de moda era apenas a ponta do iceberg“. – Nestablo Ramos.

Com uma história bem criativa e desenhos realistas, Nestablo nos mostra os males desse consumismo. Já imaginou um colar de olhos? E cintos de orelha? Pois bem, é nessa toada que o escritor mostra para o público o outro lado da moeda.

Nós, do HQ’s com Café, lemos a primeira parte dessa trilogia, e sabemos que esse trabalho não resolverá os problemas do mundo, mas sem dúvida alguma ele te conscientizará. Não quero pedir para você deixar de comer sua carne ou vestir sua jaqueta de couro, apenas quero pedir um pouquinho de consciência.

E quando digo isso, não me refiro para que nós tenhamos mais zelo “só” com a vida animal, existem famílias que tem 3 pessoas e 4 carros, 5 celulares… alguns tem 50 pares de sapato, 90 calças… me lembro quando a Pixar lançou o filme da Dory, o peixe passou a ser caçado, sabe por quê?

Para satisfazer os desejos de algumas crianças mimadas.

Nós achamos que o mundo é nosso, só esquecemos que se continuarmos nessa toada um dia tudo isso irá acabar, pode ser que você não sinta na pele, mas tenho certeza que seus filhos e netos sentirão.

Nós não vivemos sem a natureza, ela vive sem nós!

Se você se interessou pelo trabalho do Nestablo, leia nossa entrevista com o escritor, está muito boa.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×