Você Conhece o Super Commando Dhruva?

0 Flares 0 Flares ×

Japão, México, Brasil e França, o que esses países tem em comum?

Nós já falamos de heróis de todos esses locais, e para expandir esse território iremos até a Índia.

No ano de 1987, Anupam Sinha resolveu criar pela Raj Comics um herói que fugia dos padrões, ele queria um personagem que não tivesse superpoderes e nem alter ego, por isso optou por criar Dhruva.

supercommando1

Ele passou a infância no circo, com isso aprendeu várias coisas, tais como: artes marciais, ginástica, tiro com arco e flecha e, ainda, aprendeu a falar com os animais. Porém nem tudo são flores na vida de Dhruva, o dono de um circo rival contratou alguns capangas para queimar o circo do rapaz, o resultado? Todo mundo morreu carbonizado, incluindo seus pais, a “sorte” de Dhruva é que ele não estava presente no momento, só sabendo do ocorrido depois.

Dhruva resolveu se vingar de todos, e com a ajuda de um comissário de polícia ele montou em Rajnagar (cidade fictícia), uma organização de combate ao crime aprovada pelo governo.

Já foi falado que ele não tem poder, mas ele criou uma grande vontade de combater o crime depois do acontecimento com sua família, e apesar de todo o conhecimento circense que adquiriu sua maior arma é a inteligencia.

supercommando2

O personagem foi bem recebido pela população, pois tem grande senso de moral, aborda temas educacionais científicos e é um detetive que utiliza pouquíssima violência.

Então vamos lá. Ele teve seus pais mortos na infância, combate o crime com ajuda de um comissário, não tem poderes, é um excelente detetive, não mata seus oponentes, manja das artes marciais… ele só pode ser o Batman Indiano.

Gostou? Então saiba mais sobre outros personagens.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

Henry Braga

Assisto preferencialmente o que não está na moda, gosto de livros, quadrinhos, séries e filmes. Também sei admirar DC e Marvel (sim, é possível), ainda tenho meu Super Nintendo. Seinfeld, Anos Incríveis e Watchmen são algumas de minhas preferências.