Como eram Robin, Alfred e Dr. Daka em 1943?

0 Flares 0 Flares ×

Como prometido no primeiro post sobre o Batman (1943) voltei para falar sobre Robin, Alfred e Dr. Daka.

Mas antes quero deixar um aviso, se um dia você tiver a oportunidade de assistir essa série, assista no máximo dois episódios, se você passar disso a decepção será gigantesca, pois não posso de deixar de citar o quão esdruxulas são as cenas de combate corporal, beira o ridículo, as coreografias são péssimas, Batman e Robin não conseguem enfrentar mais de uma pessoa ao mesmo tempo, eles sempre apanham e nunca são capturados.)

Vamos começar falando do Robin, interpretado por Douglas Croft, sua atuação se equipara com o nível da série (fraca), Dick quando está sob a pele de Robin é bem corajoso, só que muito fraco, assim com o próprio Batman, o grande ponto é que se não fosse por ele Bruce Wayne já estaria morto faz tempo. Dick quando está sem seu disfarce é bem hiperativo, meio abobalhando, mas sempre ajuda nas espionagens e contribui com ideias, porém o nível dos diálogos são péssimos, a história é bobinha e o personagem consegue ser só um pouco melhor do que o restante da série.

Alfred vai bem em seu papel, vivido por William Austin ele demonstra grande sagacidade, auxilia Bruce Wayne em todas as missões, e até já ajudou na pancadaria, sua atuação é boa para os padrões da série, e seus diálogos são os “menos piores”.

 
Alfred e Robin.

E por fim, talvez a maior decepção da série, o vilão.

Dr. Daka é interpretado por J. Carrol Naishe com certeza esse é um dos vilões mais mal feitos que eu já vi, seu sotaque é estranho, ele é muito caricato, suas motivações são toscas e seu grupo de bandidos são péssimos. Mas nem tudo é ruim, o jeito que Daka utiliza seus reféns transformando-os em zumbis é muito interessante, ele não tem remorso de praticar qualquer ato, infelizmente o vilão não foi bem aproveitado.

Dr. Daka.
Você já assistiu essa série? Então me diga o que achou da primeira série do Batman.
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×