HQ’s Entrevista | Rubens Ewald Jr

0 Flares 0 Flares ×

Nossas entrevistas são sempre com quadrinistas, mas hoje será diferente, com uma infância problemática ele encontrou a fuga dos problemas nos filmes, e não foram poucos não, até a data desta entrevista ele já tinha assistido mais de trinta e oito mil filmes, hoje o “HQs com Café” tem o prazer do conversar com o maior crítico de cinema do Brasil, com você: Rubens Ewald Jr.

Gostaria de começar agradecendo sua disposição em trocar algumas palavrinhas conosco do HQ’s com Café. 
1 – Rubens, nos fale um pouco sobre sua vida.

Sou de Santos, família classe media alta que depois perdeu tudo. Fui eu quem a sustentei… mas isso é normal. Tive um único irmão que foi um canalha e fugiu com meu dinheiro há alguns anos atrás, os pais já faleceram e hoje chamo de família os poucos amigos que sobraram. O cinema ainda me ajuda muito a viver.

2 – Quando foi que você decidiu que queria ser um crítico de cinema? 

Não sei se a gente decide alguma coisa (risos), não existia caminho para ser critico, então eu morando em Santos fiz 4 faculdades, direito, jornalismo, história e geografia… e o diretor da Tribuna de Santos me chamou para trabalhar lá também fazendo critica porque ele sabia que eu dava cursos de cinema de graça em outras escolas da cidade… assim tudo começou.

3  – É verdade que você já assistiu mais de trinta mil filmes? Como você conseguiu contar?

Na verdade, 38.654, é que eu desde criança registrava tudo em cadernos (risos), então…

4 – Com tanto filme na cabeça, você consegue dizer quais foram os três melhores filmes que você assistiu? 

Muito difícil mesmo, prefiro dizer os filmes que mais me tocam ainda hoje, “Oito e Meio (Fellini)”, “Amor, Sublime Amor (West Side Story)” e “2001, Uma Odisseia no Espaço (Stanley Kubrick)”.

5 – Qual seu diretor, ator e atriz preferidos?

Fellini e por extensão os filmes italianos, Humphrey Bogart e Bette Davis no passado, Meryl Streep e os ingleses atualmente.

6 – Sobra tempo para ver algum seriado? 

Sim, acompanho todos os seriados importantes. Os mais fracos assisto só o capitulo inicial. Hoje são melhores que os filmes de cinema. E sim, eu vibrei com Game of Thrones.

7 – O que você acha do cinema nacional? 

Tem vários problemas, mas desde criança sempre gostei de filmes brasileiros e mantenho minha fé… (risos). Acho que na verdade o cinema em todo mundo sofre uma crise de criatividade… talvez por causa da mudança da tecnologia estão todos meio perdidos.

8 – E sobre esse enxame de críticos que tem no Youtube, qual é sua opinião sobre eles?

Acho legitimo, bom para aprender, se exercitar, se informar.. Eu comecei nos meus cadernos e escrevi muita bobagem também. É normal, custa muito você chegar a amadurecer. Acho essencial você amar o cinema sobre todas as coisas, digo isso porque conhece críticos – até de outras artes – que odeiam o que fazem.

9 – Rubens, onde que suas críticas são publicadas? E quais são suas redes sociais? Assim nosso leitor poderá te encontrar com mais facilidade. 

No Facebook (Rubens Ewald Filho), no jornal de Santos e Espírito Santos (ambos se chamam a Tribuna), na revista Monet, estou na Rádio em varias cidades… e tem as mais antigas em livros que editei.

O HQs com Café agradece imensamente o tempo que você concedeu para que essa entrevista fosse feita. Muito obrigado! 

Obrigado eu, é sempre um prazer estar em contato com quem gosta de cinema. Abração.

Leia outras Entrevistas.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×