HQ’s Entrevista | Cadu Simões

0 Flares 0 Flares ×

O que uma criança normal de 10 anos de idade faz? Na minha época eu assistia desenhos, jogava bola e vídeo-game, Cadu Simões, o entrevistado de hoje, já criava seu super-herói, acompanhe a entrevista e descubra várias coisas sobre mais um quadrinista brasileiro.

Gostaria começar agradecendo a disposição do Cadu em trocar algumas palavrinhas conosco do HQ’s com Café. 

1 – Quem é Cadu Simões? E quando começou a paixão pelas HQ’s?

Sou formado em História e também fiz Letras – Grego Antigo, mas não cheguei a concluir. Trabalho como roteirista, redator e revisor, e faço quadrinhos há 16 anos. Comecei a ler quadrinhos ainda criança, e nunca mais parei.

2 – Cadu, recentemente falamos no site sobre o Homem-Grilo, nos conte como que surgiu a ideia de criar esse personagem. 

Eu criei o Homem-Grilo quando eu tinha uns 10 anos de idade, mas sem pretensão nenhuma na época. Foi só com uns 17 anos, já com a intenção de ser quadrinista, que regatei esse personagem do livro de rascunhos e chamei o Ricardo Marcelino, meu vizinho na época, para criarmos histórias em quadrinhos com ele. No começo a ideia era fazer histórias sérias, mas logo percebi que com um super-herói que mais parecia o Chapolin Colorado isso não daria muito certo, então partimos para o humor.

3 – Além do Homem-Grilo, quais são seus outros personagens?

Além do Homem-Grilo eu não tenho outros personagens notáveis, pois minhas histórias em quadrinhos são mais baseadas na trama e no cenário do que nos personagens em si. Isso quando não uso personagens já existentes, como é o caso de Nova Hélade, em que reconto mitos e lendas da grécia antiga em uma nova roupagem futurista.

4 – Explique para o leitor um pouco mais sobre o Homem-Grilo e sobre Nova Hélade. 

Bem, como dito anteriormente, a maioria das minhas histórias não possuem personagens notáveis (em muitas eles nem tem nome). No universo do Homem-Grilo a maioria dos personagens são paródias de algum personagem dos quadrinhos na Marvel ou da DC. Em Nova Hélade os personagens são versões futuristas dos heróis e deuses gregos.

5 – Qual desses personagens é seu preferido? 

Eu não tenho um personagem favorito. Mas tenho uma história favorita, que é Cosmogonia, uma HQ curta de apenas 3 páginas que foi publicada em português na revista Café Espacial, e em inglês na antologia Inkshot.

 6 – Atualmente você anda lendo alguma coisa nacional?

Sim, basicamente o que ando lendo atualmente é só quadrinhos nacional, e a maioria independente. Comprei vários quadrinhos de colegas quadrinistas no último FIQ e na CCXP no fim do ano passado e ainda não consegui terminar de ler tudo.

7 – Qual a maior dificuldade para um quadrinista independente no Brasil?

Creio que a maior dificuldade para um quadrinista independente é a distribuição. O Brasil é um país muito grande, com um sistema de transporte muito deficiente e com poucos pontos de venda especializados, e isso dificulta muito a distribuição dos quadrinhos, mesmo para as grandes editoras, imagine então para um quadrinista independente. A internet ajuda um pouco a contornar esse problema, mas não o resolve por completo.

8 – Cadu, como anda seu estado de saúde?

Bem, minha saúde não anda muito boa. Há cerca de 3 anos fui diagnosticado com artrite reumatoide, que é uma doença autoimune e degenerativa, que afeta as articulações e ligamentos, e está progressivamente reduzindo a mobilidade do meu corpo. Mas estou tentando viver da melhor maneira possível dentro dessas minhas novas limitações.

9 – Bom, vamos encerrar por aqui, mas antes, onde nosso leitor poderá comprar suas HQ’s? E como ele poderá entrar em contato com você?

Os leitores podem encontrar minhas obras a venda na loja online do Petisco (http://petisco.org/loja/) e podem entrar em contato comigo através do meu blog em http://cadusimoes.com/

Cadu, o HQ’s com Café agradece imensamente essa oportunidade, se você deseja deixar algum recado, essa é a hora.  

Gostaria de agradecer pela entrevista e convidar aos leitores que ainda não conhecem meu trabalho a conhecerem em http://homemgrilo.com , http://novahelade.com e http://petisco.org  Neste sites é possível ler meus quadrinhos de graça, então não tem desculpa para não ler. =)

Leia outras Entrevistas.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×