Opinião com Café | Pinguim: Dor e Preconceito

0 Flares 0 Flares ×

(5 Edições – 2011)

Sinopse: Nesta incrível nova minissérie do famoso escritor de romances Gregg Hurwitz e do artista em ascensão Szymon Kudranksi (Spawn), o doloroso e sombrio passado de um dos inimigos mais diabólicos do Batman é examinado. Pinguim – Dor e Preconceito mostra desde o nascimento de Oswald Cobblepot até sua transformação em um grande adversário do Cruzado Encapuzado.

Opinião com Café. 

Os vilões são feitos para serem odiados, e muitos deles fazem suas maldades sem um grande motivo, só que vez ou outra você descobre o que motivou tal pessoa a virar um vilão, e quando essa pessoa sofreu muito você não sabe se torce contra ou a favor dela.

Na HQ, “Pinguim: Dor e Preconceito”, vemos duas pessoas distintas, o vilão Oswald (Pinguim) e o “doce” Oswald, a história nos mostra através de flashbacks um Oswald criança, que nasceu estranha e desprovida de beleza. Seus irmãos, amigos e pai o rejeitavam, ele só encontrava algum afeto por parte da sua mãe e de alguns pássaros.

O tempo foi passando e as humilhações só foram aumentando, cansado de sofrer tanto Oswald mudou, ele virou o temido Pinguim.

Pinguim, o temido.

Com o passar da história notamos claramente sua necessidade de afirmação, de mostrar seu poder para todos, o menor deslize faz com que ele se vingue, tirando da pessoa que ousou desafiar-lhe tudo que é de mais importante na vida. E, ao mesmo tempo, vemos o Oswald dedicado com sua mãe doente, juntamente a isso temos ele vivendo uma paixão com Cassandra, uma moça cega.

A trama segue suavemente entre presente e passado, e hora ficamos com dó de Oswald, e hora ficamos revoltados com o Pinguim, a transição de um personagem para outro é muito bem feita, Gregg Hurwitz acerta em cheio na qualidade da história, assim como Szymon Kudranksi acerta nos desenhos, a HQ é totalmente sombria, mas os detalhes são belos.

Oswald, o filho dedicado.

Por mais que em alguns momentos a história seja confusa, ou algumas das motivações do vilão sejam triviais, a história acerta no seu desenvolvimento, você fica com pena e raiva ao mesmo tempo de um cara que é vilão e mocinho.

Nota 8.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×