Os Sete Monstrinhos

0 Flares 0 Flares ×

Todo mês, aqui no HQ’s com Café você encontra o review de algum desenho antigo, e hoje vamos falar de um sucesso da TV Cultura: Os Sete Monstrinhos.

Quem não se lembra dessa família de monstros que tinha muitas diferenças e dificuldades no dia-a-dia, mas as enfrentavam com muita união, inteligência, bom humor e, acima de tudo, muito amor.

Criado por Maurice Sendak, o desenho tinha como característica uma mãe “humana”, que cuidava de seus bebês gigantes, todos residiam na rua: Castanheira, 1234567. 

Então, sem mais delongas, vamos relembrar um pouco de cada personagem.

Mas, primeiro, a abertura…

Começando dela, a mãe dos monstros. Ela tinha um estilo mãezona mesmo, dava atenção e muito amor pra sua trupe e sempre ensinava alguma coisa.

Uma – A mais velha, é limpa e gosta de esporte, além de ser a mais responsável da turma, possui um par de asas, veste rosa e branco, seu número fica no boné.

Dois – O atrapalhado. Tem uma napa gigante, graças a isso é bastante zoado pelos outros, seu nariz sempre bate em tudo, mas tem uma vantagem, seu olfato é apuradíssimo, veste uma roupa marrom, seu número fica na manga.

Três – O mais inteligente, cada episódio assumia uma personalidade diferente, nunca usava a mesma roupa. Tem chifres, é peludo e marrom, normalmente seu número fica no bolso, mas em algumas roupas que usa seu número não aparece. Sempre explica alguma coisa que seus irmãos não entendem.

Quatro – O mais grosso da turma, sempre apronta coisas de mau gosto em conjunto com seu irmão Cinco, é verde, peludo, tem chifres, seu número é gravado na sua cartola, usa uma roupa amarela.

Cinco – É o bobão, depende muito do Quatro, porque sempre acaba arrumando confusão. Sua língua estica muito e seu estômago não tem fim, ele nunca para de comer, o Quatro é seu melhor amigo, mas ele sempre prejudica seu irmão com seu jeito besta. É todo azul, possui chifres e usa uma roupa laranja com o seu número na barriga.

Seis – A vaidosa, sua vida é dançar e cantar, porém canta muito mal, e as vezes se mostra muito chata, tem chifres, cabelo laranja, sua roupa é roxa e seu número fica em sua varinha “mágica”.

Sete – O caçula medroso, tem o privilegio de ser o mais paparicado pela mãe. Sua cabeça tem o formado de uma porca e seu pescoço o formato de um parafuso, assim ele consegue tirar a cabeça e jogar longe, usa uma roupa azul com o número 7 estampado no peito e nas mangas.

Belinda – é a vaca leiteira de estimação.

Maria – A vizinha, muito esperta, se dá bem com todos eles, mas não é sempre que os monstros entendem o que ela fala, principalmente quando ela usa gírias.

A série estreou em meados de 2000, teve 3 temporadas, totalizando 39 episódios.

Dos sete personagens só dois não possuem chifres (Uma e Dois) e só o número Dois se assemelha a um humano.

Existem várias teorias sobre esse desenho, uns dizem que fazia apologia aos 7 pecados capitais, outros que o desenho era a visão dos alemães sobre os judeus.

Só sei que a única coisa certa sobre essas teorias é que são bem chatas, é tão mais fácil encarar como um simples desenho que tem como sua ÚNICA função entreter as crianças, do que ficar criando teorias da conspiração.

E para finalizar, um episódio assombrado pra você.

Leia sobre outros desenhos.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×