Opinião com Café | Delírios Cotidianos

0 Flares 0 Flares ×

Contos de Charles Bukowski, desenhados por Matthias Schultheiss, contendo 150 páginas.

Descrição: O universo de Charles Bukowski está todo aqui, em quadrinhos. Matthias Schultheiss, o aclamado quadrinista alemão, apresenta, em desenhos que traduzem o que há de mais genial nas histórias do velho safado, esse mundo povoado de bêbados e perdedores, prostitutas e marginais que perambulam na solidão das grandes cidades. Essa atmosfera sombria e desesperançosa flui página após página, produzindo o que poucas vezes foi conseguido: a certeira adaptação gráfica de histórias já consagradas na literatura.

Opinião com Café.

Não preciso nem citar o quão fã de Bukowski sou, então para não fazer uma análise equivocada vou dividir a HQ em duas partes.

Começando dos contos, junte um pouco de autobiografia com coisas da imaginação do velho Buk e temos os contos aqui descritos: Dois bêbados, Kid Foguete no matadouro, Os assassinos, A puta de 135 quilos, Mamãe bunduda, Henry Beckett, N. York, 95 cents ao dia e Um trabalho em New Orleans.

Os contos em si são bons, bem ao estilo Bukowski de ser, desemprego, sexo, bebedeiras, roubos, assassinatos, apostas, dentre outras coisas de baixo nível são descritas nos diversos contos publicados.

Pra quem já lê Bukowski vai ser mais uma leitura prazerosa, porém, quem não conhece o escritor pode se assustar com o tipo de linguajar utilizado pelo mesmo.

Nota dos contos: 8

Agora, vamos para parte que me decepcionou um pouco, os traços apresentados por Matthias Schultheiss, o conceituado desenhista alemão.

A história é desenhada toda em preto e branco, o que não seria ruim, se tivesse sido bem feito.

Selecionei uma parte da HQ que os traços apresentados não “estão dos piores”, porque tem algumas partes em que a história é extremamente confusa e ilegível, tem partes que são interligadas por setas, e não seguem uma ordem, um verdadeiro caos.

As letras e balões utilizados também não são de boa qualidade, confundindo a cabeça do leitor muitas vezes.

Faltam detalhes nos desenhos apresentados, e um pouco de vida, podemos considerar que ele tentou retratar o que Bukowski escreveu com todo esse tom desleixado, mas infelizmente isso não acompanha as expectativas que um fã de HQ’s e de Bukowski criou em cima dessa história em quadrinhos.

Nota dos desenhos: 4.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×