Opinião com Café | Enterrado Vivo

0 Flares 0 Flares ×

Filme de 2010 com 1h35min de duração

Sinopse: Paul Conroy (Ryan Reynolds) é um americano que trabalha como motorista de caminhão no Iraque. Ele acorda, sem saber como, enterrado vivo dentro de caixão de madeira. Sem saber o que aconteceu e o porquê de estar ali, ele tem em suas mãos apenas um telefone celular e um isqueiro. Começa então uma tensa corrida contra o tempo e a falta de ar. A pressão aumenta ainda mais quando os sequestradores exigem um resgate milionário para libertá-lo e um vídeo com suas imagens vai parar no YouTube.

Opinião com Café.

Imagine ficar em algum lugar muito apertado, que mal cabe você. Para quem é claustrofóbico é uma tortura, porém, se ficar em um lugar apertado já é ruim, imagine ser enterrado vivo.

É isso que acontece com Paul Conroy, interpretado por Ryan Reynolds, um motorista de caminhão que está trabalhando no Iraque, e que em uma emboscada é sequestrado e enterrado vivo. O sequestrador deixa com ele um isqueiro e um telefone celular, que é muito bom por sinal.

O celular que ficou com Paul está acabando a bateria, assim como o ar dentro do caixão e, logicamente, seu tempo de vida.

Paul só encontra uma saída, ligar para todo tipo de resgate que ele imagina, mas ele encontra um pequeno probleminha, suas ligações são sempre transferidas a outro departamento, afinal, o caso dele é incomum, e já que vamos para outro departamento, que tal escutarmos musiquinhas enquanto aguardamos na linha? Sem contar as pessoas que não atendem e a ligação cai na caixa de mensagem, deu para imaginar o quão desesperador é essa situação?

A direção do filme é muito boa, não é fácil fazer um filme de 95 minutos contando apenas com um ator, ainda mais fazer uma história que renda, créditos para Rodrigo Cortés, o diretor do filme.

O roteiro é bem escrito, sua ideia é bem original, tem uma crítica sobre a ocupação dos Estados Unidos no Iraque, os cortes de câmera são excelentes, entretanto, ocorre coisas fantasiosas em alguns momentos. Sabe aquele negócio de querer deixar tudo sempre mais dramático? Tem horas que isso não cola.

Outro ponto positivo é Ryan Reynolds. Sim, é mais do que óbvio dizer que o filme dependeria de sua atuação. Mas é bom destacar sua ótima atuação. Muito seguro, demonstrou emoção nos momentos mais dramáticos, é possível notar sua respiração ofegante, Ryan mandou muito bem nesse longa.

Outra coisa boa do filme foi a sua conclusão, talvez alguns já esperassem que ocorresse “tal fato”, mas a parte final foi muito bem produzida. Então, se você quer ver um filme com conceitos diferentes e com um dose alta de suspense, “Enterrado Vivo” é uma ótima escolha.

Nota 7.5

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×